REVISTA BICICLETA - Obras da ciclovia Boulevard-Ponta Negra não tem previsão para sair do papel
THE POWER OF THE PRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Bicicleta Sense a partir de R$ 2.765,00!
Revista Bicicleta - Edição 68

Assine

Revista Física
Revista Virtual



Notícias

Obras da ciclovia Boulevard-Ponta Negra não tem previsão para sair do papel

As propostas da licitação para a execução das obras estão em fase de análise pela comissão responsável, sem previsão para conclusão

12.411 visualizações

Obras da ciclovia Boulevard-Ponta Negra não tem previsão para sair do papel
Atualmente, Manaus conta com apenas 3 km de ciclofaixa em dois pontos.
Foto: Divulgação

A menos de três meses do fim do ano, a ciclovia Boulevard-Ponta Negra ainda não tem previsão para começar a sair do papel. Sendo assim, Manaus não fechará 2013 com os 20 km de malha cicloviária como foi prometido em janeiro. As propostas da licitação para a execução das obras estão em fase de análise pela comissão responsável.

O projeto da ciclovia Boulevard-Ponta Negra, apresentado em julho passado, foi elaborado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) mas está sendo licitado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). Segundo a secretaria, o projeto “foi incluído no lote 4 de obras de infraestrutura viária para as ações de revitalização urbana de acessibilidade, mobilidade e segurança, que contempla as avenidas Brasil e Boulevard Álvaro Maia”.

O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) no início de setembro e a análise das propostas apresentadas começaram a ser avaliadas na última semana, contudo, sem informações preliminares.

O valor deste lote de obras de infraestrutura viária, segundo a Seminf, é de aproximadamente R$ 20 milhões. Dele fazem parte recapeamento de vias, requalificação de calçadas, a ciclovia, projeto de mobilidade urbana, urbanismo e sinalização vertical e horizontal - com placas de identificação em português e inglês, para melhor orientação dos turistas.

De acordo com o projeto do Implurb, a ciclovia de 14,6 km que recebeu o nome de Boulevard-Ponta Negra deve começar no encontro das avenidas Duque de Caxias e Álvaro Botelho Maia, na Zona Centro-Sul, e passa por vias como a avenida Brasil e Coronel Teixeira, até chegar à Marina do Davi, na Ponta Negra, Zona Oeste.

A finalidade da atual gestão era somar 80 km de malha cicloviária em quatro anos. Atualmente, Manaus conta somente com pouco mais de 3 km de ciclofaixa em dois pontos. Uma está localizada no Corredor Viário do Mindu, Zona Leste, que liga a avenida Governador José Lindoso (das Torres) à rua João Câmara, no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte. Além desta via, a pista da alça viária de acesso à Universidade Federal do Amazonas (Ufam) recebeu recentemente um cruzamento com ciclofaixa, que se tratou de uma medida compensatória.

Em relação à ciclovia denominada Boulevard-Ponta Negra, a Seminf informou que nos dez trechos de mapas desenhados, há sete pontos exclusivos de ciclovias e sete de ciclofaixas com suas interseções e o uso compartilhado em locais onde não é possível ter projeto cicloviário único.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura nos pontos citados onde haverá a implementação das ciclovias ainda haverá ampla sinalização vertical e horizontal para a orientação e educação de pedestres, ciclistas e motoristas.

Projeto ampliará calçada

Conforme o projeto elaborado para a ciclovia boulevard-Ponta Negra, na avenida Brasil haverá crescimento de calçada ao lado da via até o boulevard (avenida Álvaro Botelho Maia). O crescimento será de até 2,50 m, quando o uso for bidirecional (ida e volta), e até 1,80 m para unidirecional.

Nesta via o pedestre continuará contando com três pistas de calçadas, que passarão por requalificação, sem perda de espaço. No trecho do boulevard, a ciclovia terá crescimento para o canteiro central, também sem prejuízo para o pedestre, uma vez que a sua caixa viária tem mais três conjuntos de calçadas. Já na avenida Coronel Teixeira, Ponta Negra, o projeto prevê a criação da ciclovia em frente ao Comando Militar da Amazônia (CMA), sem interferir no passeio público.

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados