REVISTA BICICLETA - Justiça marca júri popular de acusado de atropelar e matar jornalista na SC-401
MPRO
Sapatilha Berm

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 87

Leia

Revista
Bicicleta



Notícias

Justiça marca júri popular de acusado de atropelar e matar jornalista na SC-401

Julgamento será em fevereiro. Morte ocorreu em dezembro de 2015.

Por G1 SC
2.336 visualizações

Justiça marca júri popular de acusado de atropelar e matar jornalista na SC-401
Róger Bittencourt pedalava na SC-401 quando foi atropelado no último dia 27
Foto: © Arquivo Pessoal

A Vara do Tribunal do Júri de Florianópolis marcou para 7 de fevereiro de 2019 o julgamento de Gustavo Raupp Schardosim, acusado de atropelar e matar o ciclista e jornalista Róger Bittencourt em dezembro de 2015. Após ficar um ano e quatro meses preso, atualmente ele responde em liberdade pelo homicídio.

O caso ocorreu na manhã de 27 de dezembro de 2015. Róger pedalava com um grupo de amigos quando o motorista perdeu o controle do veículo na rodovia e invadiu o acostamento, onde estavam os ciclistas, conforme a denúncia do MP. Além de Róger, outro ciclista foi atingido, mas sobreviveu.

Na ocasião, testemunhas relataram que o motorista dirigia em zigue-zague pela rodovia e tinha sinais claros de embriaguez.

Schardosim é acusado de homicídio doloso qualificado por poder resultar em perigo comum e por dificultar a defesa da vítima, tentativa de homicídio doloso com as mesmas qualificadoras e por dirigir sob a influência de álcool ou outra substância psicoativa.

Denúncia do MP

Em janeiro de 2016, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) apresentou denúncia criminal contra o motorista. Segundo o MP, o motorista assumiu o risco ao dirigir "com capacidade motora alterada pela ingestão de álcool e drogas" e não houve chance de defesa para as vítimas.

Ainda conforme a denúncia, o motorista perdeu o controle do veículo na rodovia e invadiu o acostamento, onde um grupo de pessoas pedalava. No auto de prisão em flagrante, constava que o motorista dirigia em zigue-zague e que estaria influenciado por álcool e maconha.

"A gente notou que o carro vinha muito em zigue-zague e até comentou: esse cara vai fazer uma besteira”, disse Alex Marques, que testemunhou o acidente.

De acordo com Marques, que testemunhou o fato, o carro saiu da pista e avançou sobre os ciclistas. Primeiro, atingiu a bicicleta do amigo e depois a do jornalista, que foi lançado para o alto com o impacto da batida, e morreu na hora. Conforme Alex, o motorista só parou porque foi cercado por outros carros, mas não prestou socorro.

“Parecia não ter acontecido nada. A primeira reação dele foi ir para a frente do carro e arrancar os destroços da bicicleta que estavam grudados ao veículo”, relata.

Segundo testemunha, o carro atingiu primeiro a bicicleta do amigo e depois a do jornalista, que morreu — Foto: © Reprodução/RBS TV

O condutor não quis fazer o teste do bafômetro, nem exame de sangue, e no interior do carro os policiais teriam encontrado maconha.

O réu já respondia a um processo de 2010, também por crime de trânsito.

Vítima

Róger Bittencourt era gaúcho, mas fez carreira em Santa Catarina. Foi editor-chefe de telejornais da RBS TV, repórter e editor do Diário Catarinense. Foi também secretário de Estado da Comunicação. Ele fundou ainda uma das maiores agências de comunicação do estado, onde trabalhava na época do acidente. Também era presidente em exercício da Associação Catarinense de Imprensa.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados