REVISTA BICICLETA - Empresa de mobilidade sustentável lança e-bikes com o maior portfólio da categoria e projeto educacional
Divulgue sua marca aqui!
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 79

Leia

Revista
Bicicleta



Notícias

Empresa de mobilidade sustentável lança e-bikes com o maior portfólio da categoria e projeto educacional

Projeto Van Oficina Escola é modelo pioneiro de qualificação para mecânicos que querem se especializar em bicicletas elétricas

Por Revista Bicicleta
491 visualizações

Empresa de mobilidade sustentável lança e-bikes com o maior portfólio da  categoria e projeto educacional
Foto: Divulgação

A EBMS - Empresa Brasileira de Mobilidade Sustentável - chega ao mercado brasileiro com dois grandes diferenciais: o maior portfólio da categoria com cinco modelos de e-bikes da marca Pedalla e o projeto Van Oficina Escola, que levará treinamento e certificação para mecânicos, assistências técnicas e dará apoio a revendedores de todo o Brasil.

Cerca de R$250 mil foram investidos no projeto da Van Oficina, que em um primeiro momento vai garantir uma formação específica em bicicletas elétricas para profissionais de revendas da Pedalla. Em médio prazo, o objetivo é estender o curso, que vai oferecer certificação para mecânicos que tiverem interesse em se atualizar e aprender mais sobre as e-bikes.

“Esses profissionais vão ficar ainda mais qualificados e nós vemos isso como um benefício para todo o país. A ideia é cuidar do profissional e deixá-lo mais preparado para a manutenção de bicicletas elétricas. Com isso, toda a comunidade vai ganhar.”, afirma José Eugênio Pinheiro, diretor-geral da empresa. A Van Oficina Escola também estará presente em eventos públicos e privados, prestando apoio aos ciclistas.

O valor investido no projeto contemplou a compra da van, a aquisição de ferramentas específicas e a adaptação do espaço para transformá-lo em uma oficina itinerante. Para garantir uma metodologia de aprendizado eficiente, a equipe de engenheiros da EBMS montou um painel didático com os componentes de uma bicicleta elétrica. “Ele será utilizado para criar simulações de funcionamento para os treinamentos. Tudo isso para garantir o aprendizado.” explica Pinheiro.

Portfólio é destaque da marca

Andar de bicicleta elétrica é uma experiência única. E a Pedalla sabe disso. Por isso, a marca chega ao mercado com cinco modelos de e-bikes, a maior variedade da categoria no Brasil.

Os modelos disponíveis são:

Gioia: como modelo de entrada foi pensado para atender o público em geral, que busca alternativa de transporte e lazer, com uso urbano.

Rodda: modelo intermediário. Uma alternativa de transporte e lazer com uma motorização maior.

e-Utile: é modelo ideal para atender empresas de entrega e pequenos comércios

Velom: é a nosso modelo premium de uso urbano que  oferece mais conforto ao usuário. Além de componentes diferenciados.

 Spectro: é um modelo esportivo, com grande apelo junto ao público jovem por suas características estéticas e boa adaptabilidade de uso, tanto em terreno urbano quanto em outros, como a praia.  

Todas as e-bikes Pedalla atendem a uma gama de usuários, sendo que os quatro primeiros modelos têm versões de quadros unissex e modelo masculino. “O que diferencia um modelo do outro são os componentes. De acordo com cada um escolhido, mudam a potência do motor, câmbio, bateria, freios, painel e as suas funções. Existe a opção do modelo mais básico ao mais premium”, completa Pinheiro.

Todas as bicicletas elétricas funcionam com o chamado pedal assistido. O sistema é acionado por meio de um display no guidão a partir da primeira pedalada. O motor elétrico entra em funcionamento e permanece assim enquanto a pessoa estiver pedalando. Dessa forma, o usuário economiza fôlego, minimizando o desgaste físico.

Quando o movimento dos pedais é interrompido ou o freio é acionado, o motor desliga. Se o ciclista não ligar o sistema elétrico por meio do display, ele pode utilizar a e-bike de forma convencional, sem auxílio do motor.

Pós-venda de qualidade

A estratégia da EBMS é garantir um serviço de pós-venda de alto nível para seus clientes. Por isso está investindo na qualificação de profissionais que possam oferecer assistência técnica especializada aos ciclistas. Nessa mesma linha, ela garante o envio de peças e acessórios de reposição em até 24 horas após os pedidos chegarem à empresa, colocando à disposição de usuários e assistências técnicas um serviço diferenciado e de qualidade.

Segurança e design inovador

É importante destacar que as bicicletas elétricas Pedalla chegam a 25 km/h, a velocidade máxima permitida pelo Código de Trânsito Brasileiro. Por isso, com design prático e inovador, elas são extremamente seguras. As e-bikes já vêm equipadas com refletores, farol dianteiro, lanterna traseira, buzina, velocímetro e retrovisor, garantindo a segurança dos ciclistas, que não devem se esquecer de utilizar capacetes em seus trajetos.

As baterias, que pesam de 2 a 3 kg, são de Íons de Lítio com células da Samsung. Sua autonomia é de 30 a 60 Km, dependendo do modelo e do tipo e condições de uso. Os modelos básicos e intermediários (como a Gioia e a Rodda) têm motor com 250 W e os demais são de 350 W.

Preocupação com a mobilidade sustentável

A EBMS sabe que a mobilidade urbana é um dos grandes desafios das cidades brasileiras. Boa parte da população gasta um tempo valioso em seus deslocamentos diários. Perder muito tempo no trânsito é estressante e prejudicial à saúde. Segundo o livro Mobilidade por Bicicleta no Brasil, elaborado pela Associação Transporte Ativo, passar esse tempo no deslocamento pode aumentar o cansaço e a depressão.

Além de ser uma questão de saúde pública, os problemas relacionados à mobilidade também afetam a saúde do planeta. Focar em mover as pessoas e não os carros é um dos “Dez Princípios de Mobilidade Compartilhada para Cidades Humanas” (https://www.sharedmobilityprinciples.org/), desenvolvido por um grupo de especialistas em transportes. Por isso, utilizar a bicicleta e melhorar as condições de infraestrutura para os ciclistas são algumas das alternativas para mudar este cenário.

É por isso que a EBMS aposta na mobilidade sustentável como uma alternativa eficiente, saudável e econômica. Além de não emitir poluentes atmosféricos, uma bike elétrica consome apenas R$ 0,02 por quilômetro.

Sobre a EBMS

Com fábrica instalada em São Bernardo do Campo (SP), a EBMS é uma empresa com grande preocupação social, educacional e ambiental, cuja meta é atingir gradativamente uma produção anual de 30 mil bicicletas elétricas e cerca de 100 empregos diretos.

A EBMS chegou para ficar. Assim, guiada pela filosofia do grupo ao qual a empresa pertence, todo tipo de relacionamento sempre estará baseado em ética, respeito, transparência e justiça. A EBMS espera, com esse tipo de atitude, criar mais do que clientes ou revendedores: pretende obter amigos e parceiros.

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados