REVISTA BICICLETA - Bicicleta elétrica ganha seguro contra roubo e acidentes
MPRO
Sapatilha Berm

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 87

Leia

Revista
Bicicleta



Notícias

Bicicleta elétrica ganha seguro contra roubo e acidentes

Por Revista Bicicleta
2.116 visualizações

Bicicleta elétrica ganha seguro contra roubo e acidentes
Foto: © Sense/Divulgação

As bicicletas elétricas, aqueles modelos que possuem motor para ajudar o ciclista a superar obstáculos como subidas, por exemplo, acaba de ganhar um seguro exclusivo contra roubos, acidentes e danos contra terceiros. A novidade chega ao mercado pela Argo Seguros, seguradora especializada no segmento de bikes de alto valor agregado (aqueles modelos entre R$ 2 mil e R$ 75 mil).

O novo seguro é voltado para os modelos sem acelerador, com potência nominal abaixo de 800 watts, e sem sistemas que garantam o funcionamento do motor que não pelo pedalar do condutor. As coberturas oferecidas são para roubo e furto qualificado, acidentes e danos causados a terceiros (Responsabilidade Civil), e alcançam todo o território nacional. Nas renovações há um desconto de 10%, o que reduz o valor final para R$ 1,8 mil.

“Quando falamos em seguro, muita gente pensa apenas em roubo, mas a nossa experiência revela que 47% dos casos de sinistros estão relacionados a acidentes”, explica Janete Tani, gerente de Riscos Patrimoniais da Argo Seguros. “Por ser um segmento que está crescendo muito, principalmente entre as pessoas mais velhas ou iniciantes que estão comprando sua primeira bike elétrica, essa é uma proteção importante”, completa.

A forma de contratação é online, acessando o link  Protector Bikes. Na página é possível conhecer mais detalhes do produto, suas coberturas, vantagens e benefícios exclusivos, e até fazer uma simulação online. Porém, na hora do fechamento do negócio, é preciso um corretor de seguros.

A proximidade da Argo Seguros com esse segmento começou no ano passado, quando a companhia se tornou patrocinadora do Bikxi, o primeiro táxi de bicicleta. Os modelos são elétricos, possuem dois lugares (um para condutor e o outro para o passageiro) e são pilotadas por profissionais treinados. Sua circulação acontece somente em ciclofaixas e ciclovias para garantir mais segurança e conforto aos passageiros, que por sua vez, podem ou não pedalar junto com o Bikxer (condutor).

O funcionamento é semelhante aos do taxis por aplicativo, onde o usuário solicita sua corrida através do app para um determinado trajeto. Ao pedir uma bike, o cliente informa sua localização e o destino para onde deseja seguir. Feito isso, a plataforma revela o caminho até o ponto de encontro da rota mais próxima. O passageiro também pode solicitar uma Bikxi diretamente na ciclovia, sem ajuda do aplicativo.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados