REVISTA BICICLETA - Tour de France 2011
THE POWER OF THE PRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Bicicleta Sense a partir de R$ 2.765,00!
Revista Bicicleta - Edição 67

Assine

Revista Física
Revista Virtual



+bicicleta - Modalidades - Grand Tours

Tour de France 2011

Contador é destronado e Cadel Evans entra para a seleta lista de vencedores do Tour de France

Revista Bicicleta por Anderson Ricardo Schörner
33.349 visualizações
19/10/2011
Tour de France 2011
Foto: Iloveotto

Considerado a maior de todas as grandes voltas, o Tour de France, em sua 98ª edição, iniciou no dia 02 de julho e percorreu 3.430,5 km em 21 etapas. As frequentes quedas e uma mudança incrível de posições na penúltima etapa marcaram a competição em 2011.

A UCI (União Ciclística Internacional) e a AFLD (Organização Antidoping Francesa) instituíram um controle rígido através da coleta de amostras de sangue e urina, dia a dia, possivelmente como um reflexo de toda a repercussão que gerou o caso Contador. Apontado como um dos melhores ciclistas da atualidade, o espanhol ainda aguarda julgamento sobre o flagrante antidoping no Tour 2010, em que foi detectada a substância clembuterol, que pode aumentar o desempenho respiratório do atleta. O vencedor dos últimos dois Tours de France e do Giro d'Itália 2011, porém, sofreu diversas quedas e não conseguiu manter a hegemonia em terras francesas.

Cadel Evans, a superação na penúltima etapa

Na primeira etapa, Philippe Gilbert conquistou a vitória e o australiano Cadel Evans, 34 anos, já mostrava a que veio, ficando com o segundo lugar.

Na quarta etapa, Evans conseguiu seu primeiro triunfo no Tour, cruzando a linha de chegada milésimos de segundo à frente de Alberto Contador. Com o braço erguido na linha de chegada, Contador comemorou a boa performance e os oito segundos que abriu com relação a Andy Schleck, outro favorito ao título.

Com a equipe BMC trabalhando para Evans, a 8ª etapa nas montanhas de Super Besse poderia ser o momento ideal para o australiano vestir a camisa amarela, mas o português Rui Costa, da Movistar, roubou a cena e não cedeu aos ataques de Gilbert. Evans chegou em terceiro.
Na escalada dos Pirineus, Cadel Evans chegou motivado e otimista. Sua regularidade em terrenos montanhosos foi determinante. Mas a virada espetacular aconteceu na penúltima etapa, um contra-relógio de 42,5 km em Grenoble. A classificação geral no início da etapa mostrava os irmãos Schleck na liderança: Andy tinha uma vantagem de 57 segundos e Frank tinha uma vantagem de quatro segundos com relação a Evans. Ainda antes da segunda parcial do dia, o atleta da BMC já havia tirado a diferença. Concentrado e disposto a concretizar uma incrível mudança nas colocações, o atleta cruzou a linha de chegada com o tempo de 55 m 10 s, e superou Andy Schleck em 1 m 34 s na classificação geral.

Na última etapa, Cadel só teve o trabalho de administrar a corrida para garantir a camisa mais cobiçada do Tour de France. Ele já havia sido, em 2007 e 2008, vice-campeão da competição, e agora marcou seu nome entre os grandes campeões. Andy Schleck amargou o segundo lugar no Tour, pela terceira vez consecutiva.

Garmin-Cervelo, a melhor equipe do Tour

No dia 03 de julho aconteceu a segunda etapa, que consistia em um contra-relógio por equipes. A melhor equipe do Tour, a Garmin - Cervelo, conquistou a vitória com quatro segundos de vantagem sobre a equipe liderada por Evans, a BMC.

Os atletas da Garmin-Cervelo, entre eles o norte- americano Tyler Farrar, conquistaram colocações importantes nas etapas. Thomas Danielson também sempre esteve entre os primeiros da classificação geral e ficou com a 9ª colocação indivi- dual.

O norueguês Thor Hushovd, atual campeão mundial, vestiu a camisa amarela por diversas etapas e conquistou quatro vitórias neste Tour, sendo um dos destaques do melhor time da competição.

Mark Cavendish, o camisa verde

Mesmo perdendo os pontos conquistados na meta intermediária da terceira etapa, o britânico Mark Cavendish, da equipe HTC-Highroad, foi o atleta que mais pontuou no Tour 2011, conquistando a camisa verde.

A primeira das cinco vitórias veio na quinta etapa, após percorrer 165 km entre Carhaix e Cap Fréhel. Na sétima etapa, Cavendish aproveitou o bom trabalho da sua equipe, que conseguiu controlar o pelotão com um trem de oito ciclistas e neutralizar o ataque de Greipel e Petacchi, permitindo que ele saltasse na sequência e conquistasse o primeiro lugar. Na 11ª, 15ª e na última etapa, Cavendish defendeu a camisa verde com toda a sua eficiência e definitivamente tornou-se o maior sprinter da história da competição.

Samuel Sanchez, o escalador

Assim que o Tour chegou nos Pirineus, na 12ª etapa, o melhor escalador do evento venceu um percurso de 211 km entre Cugnaux e Luz Ardiden. Foi a primeira etapa de alta montanha, e Sanchez, atleta da Euskalte- Euskadi, tornou-se o rei da montanha após saltar do pelotão na última subida daquela etapa: 13 km e 7,4% de inclinação. Além do título de melhor montanhista, Sanchez ainda ficou em sexto lugar na individual, a 4 m 55 s de Evans.

Pierre Rolland, o futuro da França

O atleta da equipe Europcar venceu a 19ª etapa, na despedida dos Alpes. O francês comandou uma fuga, seguido por Sanchez e Contador, e depois de 25 anos, fez a festa dos anfitriões. Desde 1986, quando Bernard Hinault venceu esta etapa, nenhum francês havia conseguido novamente êxito no Alpe d'Huez.

Com a vitória, a promessa do ciclismo francês foi o melhor jovem da competição, classificação que considera os atletas com até 25 anos.

Quedas

A primeira etapa da prova já foi marcada por duas quedas que envolveram ciclistas do pelotão de frente e influenciaram o resultado. A 8 km da linha de chegada, cerca de 50 ciclistas, entre eles Contador e Sanchez, caíram. Logo depois, mais seis ciclistas também sofreram um novo acidente.

As baixas por quedas começaram cedo também. Brajkovic, da RadioShack, ficou muito desapontado em ter que deixar o Tour já no quinto dia de prova.

As quedas não deram tréguas e não pouparam ninguém. Na 9ª etapa aconteceram as mais graves: primeiro um grupo de ciclistas caiu e quatro tiveram que abandonar a prova com fraturas. Alguns tiveram, inclusive, que passar por cirurgias. Evans, Millar e Kloden também caíram, mas conseguiram retornar à etapa. Segundo, um carro de TV francesa fechou o ciclista Flecha, que acabou caindo e envolvendo Hoogerland, Voeckler, Sanchez e Casar. O ciclista holandês Hoogerland foi arremessado para fora da pista, sobre uma cerca de arame farpado.

Na 9ª etapa, mais um acidente envolvendo Contador o deixou com dores no joelho. Desapontado, o atleta admitiu que este não era o seu Tour. "As pistas muito estreitas - mais do que o normal, e a presença constante da chuva foram, sem dúvida, motivos para tantos acidentes", declarou.

Outros destaques

A equipe Leopard-Trek, segunda melhor equipe da competição, foi novamente muito bem representada pelos irmãos Schleck. Andy e Frank ficaram em segundo e terceiro, respectivamente, e mantiveram os bons resultados dos últimos anos.

O francês Thomas Voeckler, da Europcar, também deu muitas alegrias aos anfitriões da prova, conquistando o quarto lugar individual. Alberto Contador foi o quinto colocado, 3 m 57 s atrás de Evans.

O destaque fora da estrada ficou para um grupo de fazendeiros franceses que, na terceira etapa, desenharam uma bicicleta gigante para homenagear o Tour de France. Com uma incrível criatividade, os fazendeiros usaram feno para criar o quadro, guidão e o banco. A bicicleta foi equipada até com uma caramanhola gigante. E o mais impressionante: dezenas de tratores em movimento simulavam as rodas da bike, e outros implementos agrícolas menores faziam o movimento da coroa. O vídeo desta verdadeira obra de arte você pode assistir no site da revista. Acesse: www.revistabicicleta.com.br/new562.php.

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados