REVISTA BICICLETA - Roubo de bicicletas na Alemanha
MPRO
Lube Cera Premium

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 83

Leia

Revista
Bicicleta



+bicicleta - Curiosidades

Roubo de bicicletas na Alemanha

Revista Bicicleta por Fabio Zander
35.718 visualizações
11/11/2013
Roubo de bicicletas na Alemanha
Foto: Jacques Croizer

Para quem acha que só o Brasil ou o terceiro mundo sofre com o furto de bicicletas, engana-se. Seguem alguns resultados de um estudo realizado na Alemanha sobre o roubo de bicicletas em 2012.

O verão na Alemanha é temporada de roubo de bicicletas. Eu mesmo já “perdi” uma em Berlim, no quintal de casa. Na maioria das vezes as bicicletas desaparecem à noite, mas se der mole ou ter um cadeado ruim, os roubos acontecem mesmo durante o dia. Os furtos raramente são à mão armada.

Onde a maioria das bicicletas são roubadas? Qual a cidade mais segura na Alemanha para a sua bicicleta?

Segundo estudo do portal Geld.de, 326.159 bicicletas foram roubadas na Alemanha, no ano passado. Um prejuízo de 135 milhões de euros. Um pouco menos da metade das bicicletas (157.000) desapareceram nas principais cidades alemãs com mais de 100.000 habitantes. 
A triste líder na lista, como em anos anteriores, é a cidade de Münster, onde desapareceram em 2012 um total de 4.616 bicicletas. Para cada 100 habitantes foram roubadas 1,58 bicicleta. Durante o ano foram 13 bicicletas por dia, comparando-se esses com os números de 2011, houve uma diminuição de 6% nos furtos.

Esse quociente de bicicletas roubadas é um cálculo entre o número de habitantes de uma cidade e o número de bicicletas furtadas.

Se analisarmos apenas o número absoluto de bicicletas roubadas, Berlim segue líder, por ter o maior número de habitantes na Alemanha, onde foram roubadas 26.000 bicicletas em 2012. Estatisticamente são 71 bicicletas por dia, mas comparado a Münster, a cidade tem praticamente a metade do quociente de roubo de bicicletas por 100 habitantes: 0,74 bicicleta.

A cidade onde existe menos roubo de bicicletas na Alemanha é Wuppertal. Embora a cidade fique bem próxima à Colônia, ali foram roubadas apenas 266 bicicletas no ano passado. Trata-se de um quociente de 0,076 bicicleta por 100 habitantes.

Quem rouba as bicicletas?

Segundo a polícia alemã, a maioria dos furtos é executada por indivíduos que vão desde drogados até o cidadão comum que pega “emprestado” a bicicleta. Dificilmente a bicicleta é recuperada e o ladrão raramente é pego, principalmente por falta de provas. 

Atualmente, suspeita-se da atuação de pequenos bandos especializados em roubos de bicicletas que executam uma espécie de arrastão nas cidades alemãs com pequenos veículos ou vans e vendem mais tarde as peças em mercados de pulgas, bazares, feiras de usados ou mesmo em países vizinhos.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha