REVISTA BICICLETA - Rocky Mountain Vertex RSL Team
THE POWER OF THE PRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Bicicleta Sense a partir de R$ 2.765,00!
Revista Bicicleta - Edição 68

Assine

Revista Física
Revista Virtual



+bicicleta - Testes - Bicicletas

Rocky Mountain Vertex RSL Team

Revista Bicicleta por Pedro Cury
34.490 visualizações
04/12/2012
Rocky Mountain Vertex RSL Team
Foto: Pedro Cury

A Rocky Mountain é uma empresa canadense com 27 anos de experiência, localizada na região de British Columbia - famosa por sua ampla variedade de trilhas. A empresa patrocina o atleta de cross-country Geoff Kabush, que conta com participação olímpica e uma vitória na Copa do Mundo. Testamos a bike que Sherman Trezza, atleta brasileiro da categoria sub-23, também patrocinado pela empresa, usou no Mundial desse ano na Suíça, e com a qual conquistou a melhor posição entre os brasileiros.

A Bike

O quadro é feito todo em fibra de carbono, em peça única, exceto o suporte para freio, suporte do câmbio dianteiro, gancheira e rosca da caixa central. A empresa criou a tecnologia chamada Form Carbon, na qual são usadas somente fibras de alta qualidade. Todo o design, engenharia e testes dos quadros de carbono são feitos pela empresa e não terceirizados. No caso do Vertex RSL Team, são usadas fibras exclusivas com dureza e construção específica visando menos peso e maior rigidez. Outra tecnologia empregada pela empresa é a geometria RTC (Race Tuned Compact) que promete um comportamento superior, principalmente rigidez e peso mais otimizados para competição. Um outro detalhe interessante é que o cabo do câmbio dianteiro passa por baixo do quadro e sobe em linha reta passando por um furo próximo à junção da caixa central. Para completar, existe uma proteção de metal no cubo de corrente, próximo ao pedivela, para evitar que a corrente ao travar, não danifique o quadro.

A suspensão é uma Fox 32 F100 com cartucho FIT e trava remota. É top de linha da marca americana e conta com controle externo de retorno, funcionamento a ar e 100 mm de curso. O cartucho FIT evita que o ar e óleo fiquem juntos, proporcionando um melhor funcionamento da suspensão.

Os freios são os novos Shimano XTR, versão Race. As manetes permitem regulagem externa de altura. Os rotores de 160 mm com tecnologia Ice Tech são construídos com uma camada interna de alumínio para maior dissipação de calor, aumentando a eficiência da frenagem. Também contam com a tecnologia I-Spec, na qual os passadores são presos diretamente nas manetes, para diminuir ainda mais o peso.

A transmissão é toda Shimano XTR versão Race. O cassete de 10 velocidades tem menor catraca com 11 e maior com 36 dentes. Já o pedivela possui apenas duas coroas, com relação 30-42. O câmbio dianteiro encaixa diretamente no quadro, pelo sistema direct mount.

As rodas são DT Swiss XR 1450 que contam com 28 raios aerodinâmicos em cada uma, cubos com tecnologia Ratchet System e encaixe de disco centerlock. Os aros não são tubeless, porém, vêm com o kit de fitas para conversão. Os pneus Maxxis Aspen ExCeption 2.1 completam o conjunto.

O cockpit é composto por um guidão Race Face Next SL de carbono, com rise (inclinação) e largura de 660 mm. O avanço é um Race Face Deus SL com 90 mm de comprimento e seis graus de inclinação. Os punhos da própria marca possuem trava apenas internas, e o selim Fizik Tundra 2 K:ium é montado em um canote de carbono Race Face Next SL Carbon.

Esteticamente, a bike é predominantemente preta com detalhes vermelhos, mas com suspensão e rodas brancas. O quadro tem uma caixa de central mais larga, assim como a dianteira, perto do tubo de direção. Dois detalhes se destacam: a abraçadeira do canote tem um formato diferente, acompanhando as linhas do quadro e a tampa que prende a aranha da suspensão é uma estrela com apenas três pontas fazendo contato.

O Teste

Para testar a bike, convidamos o atleta Igor Ramon, que é vice-campeão estadual de XCO sub-30 e bi-campeão do Paracambi Marathon Cup. Pedalamos por uma trilha de nível técnico médio para alto, com muitas raízes e diferentes obstáculos.

Subindo, a bike impressiona por sua rigidez. Não foi sentida nenhuma torção ao forçar a bike em subidas extremas e deu para notar que a força exercida nos pedais realmente era transferida para as rodas. Os tubos mais largos da caixa central e a tecnologia empregada no quadro sem dúvida contribuíram para essa característica. Mesmo com um tubo de corrente conservador, com 425 mm, a aceleração não ficou comprometida. A trava da suspensão, como sempre, ajuda nas subidas e arrancadas quando o terreno está mais liso, mas o sistema de trava da Fox não permite nenhum funcionamento mínimo da suspensão, o que pode ser uma desvantagem para alguns. A relação 11-36 se torna necessária para ter uma boa combinação de marchas com um pedivela de apenas duas coroas, o que significa que os pilotos menos fortes não vão ter moleza como em um sistema de três coroas e marchas mais leves. Por outro lado, uma bike com menos de 9,5 kg deixa tudo mais fácil. Os pneus também tiveram um papel importante na aceleração da bike, por possuírem um perfil de ótima rolagem e baixo peso.

Descendo, a bike contou com a ajuda do guidão rise mais largo, que apesar de aumentar um pouco o peso, melhora em muito o controle, especialmente em trechos técnicos. Os freios XTR mostraram uma potência excelente e funcionamento muito suave, mesmo estando novos. Foi possível frear com apenas um dedo em situações mais inclinadas e rápidas. As rodas DT Swiss com seu Ratchet System já são famosas por proporcionarem uma ótima rolagem e mais uma vez nos agradaram, assim como os pneus que mostraram versatilidade, mesmo usando-os com câmara. A suspensão Fox também deixou claro porque é top de linha da marca e uma das mais respeitadas do mercado, engolindo todos os obstáculos.

Conclusão

A bike top de linha da Rocky Mountain mostrou altíssimo desempenho, como era de se esperar em uma bike desse nível. A geometria clássica não refletiu negativamente e a alta tecnologia do quadro, aliada a componentes bem selecionados, torna a bike pronta para encarar qualquer competição.

É difícil encontrar defeitos em uma bike dessa qualidade e faixa de preço. Porém, temos que lembrar que existem pontos para melhorar em termos conceituais e de tecnologia. O que menos gostamos foi o encaixe de freio do quadro, que usa o sistema IS ao invés do post-mount, obrigando o uso de um adaptador que adiciona mais peso. A caixa central também ainda usa rosca para encaixe do pedivela, ao invés dos novos sistemas de pressão. O tubo de direção não é cônico como nas novas bikes, o que adicionaria uma rigidez extra. Talvez esses detalhes não fossem tão perceptíveis na trilha, mas sem dúvida contribuiriam na guerra contra o peso.]

Prós

• Quadro bastante rígido
• Componentes top de linha
• Pneus versáteis

Contra

• Encaixe de freio padrão IS
• Central Hollowtech II
• Tubo de direção 1.1/8"

Especificações Técnicas

Quadro - RMB FORM C13 Hi Mod Carbon Monocoque
Susp. Diant. - Fox 32 F100 FIT Remote 100 mm
Caixa direção - FSA Orbit CS
Avanço - Race Face Deus SL 6° 90 mm
Guidão - Race Face Next SL Rise 660 mm
Freios - Shimano XTR 160 mm
Passadores - Shimano XTR 10v
Câmbio Dianteiro - Shimano XTR Direct Mount 10v
Câmbio Traseiro - Shimano XTR 10v
Pedivela - Shimano XTR 175 mm 42-30 Hollowtech II
Rodas: DT Swiss XR 1450
Cassette - Shimano XTR 10v 11-36T
Corrente - Shimano XTR 10v
Pneus - Maxxis Aspen ExCeption 2.1
Canote - Race Face Next SL Carbon 30.9 mm x 400 mm
Selim - Fi'zi:k Tundra k:ium

Garantias e Investimento

O quadro tem garantia de cinco anos.

O preço sugerido é de R$ 23.265,10.

www.rockymountain.net.br

Vestuário: Camisa Da Matta Brasão manga longa, bermuda Da Matta Flames, óculos Spiuk Arqus, capacete Giro, sapatilhas Diadora, meias Pearl Izumi.

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados