REVISTA BICICLETA - Ricardo Araujo Dorneles - Eu Pedalo
THE POWER OF THE PRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Bicicleta Sense a partir de R$ 2.765,00!
Revista Bicicleta - Edição 68

Assine

Revista Física
Revista Virtual



+bicicleta - Eu Pedalo

Ricardo Araujo Dorneles - Eu Pedalo

Chapecó, SC - Médico Veterinário, 40 anos

Revista Bicicleta por Ricardo Araujo Dorneles
34.836 visualizações
25/05/2012
Ricardo Araujo Dorneles - Eu Pedalo
Foto: Arquivo Pessoal

A bicicleta sempre esteve presente na minha vida. Inicialmente como brinquedo e depois como meio de locomoção. Atualmente, trata-se do meu principal hobby. Na minha cidade natal, Alegrete - RS, não havia e ainda não há estrutura voltada para os ciclistas. É uma cidade antiga com ruas estreitas e muito perigosa para se pedalar.

Na adolescência, pedalei meramente para deslocamentos, sem pretensões esportivas e sem visar uma saúde melhor. Durante a faculdade também pedalava algumas vezes, mas com menor frequência. Mesmo assim, sendo uma pessoa observadora, sempre percebi a presença dos ciclistas a minha volta.

Mas considero que a minha história com a bicicleta começou a cerca de dois anos... É uma história relativamente nova, porém, intensa. Afinal, foram mais de 4.000 km pedalados nesse tempo. Hoje, considero-me um amante do ciclismo.

Tudo começou com um diagnóstico de hipertensão (20 x 12), no final de 2008. Meu cardiologista disse que nem sabe como sobrevivi. Eu precisaria reduzir peso imediatamente! Nesse momento, vi que tinha que fazer algo urgente em nome da minha saúde.

Eu pesava 151 kg e não praticava esportes devido a uma torção de joelho, o que causou uma ruptura de tendão. Diante disso, ciclismo e natação seriam as melhores alternativas, já que nunca estive disposto a operar o joelho.

Reduzir peso não foi tão difícil, já que havia uma alternativa rápida: a cirurgia By Pass Intestinal. O que me atormentava era o medo de não conseguir manter esse peso reduzido no pós-operatório. A equação era bem simples: gastar mais energia do que ingeria nas refeições.

Foi aí que adotei a bicicleta como principal aliada e percebi os grandes benefícios que ela poderia prover. Com a perda de peso, somado a boas pedaladas, hoje estou com 98 kg e com a saúde muito boa.

Aos sábados, domingos e com certa frequência nas terças e quintas à noite, pedalo com o grupo “Desbrava Bikers”, em homenagem à figura do Desbravador, símbolo do município de Chapecó. O que uniu esse grupo foi principalmente a vontade de pedalar, já que a maioria dos integrantes nem se conhecia direito. Nós nos encontrávamos nos extintos “Pedais da Lua Cheia”, em que chegamos a reunir 50 ciclistas. Esses pedais não acontecem mais, porém, alguns dos seus participantes continuaram pedalando juntos e assim nasceu o Desbrava. Hoje, combinamos os pedais e compartilhamos fotos e mapas através de uma página do grupo no Facebook.

Nesse ano, organizamos também uma Bicicletada em Chapecó, como parte dos protestos contra as recentes mortes de ciclistas no trânsito. A Bicicletada foi uma maneira organizada e pacífica de mostrar que também nos preocupamos com a segurança de todos os ciclistas. Queremos mostrar que o ciclismo está crescendo e buscando o seu espaço.

Além de proporcionar o contato com a natureza, algo que me faz muito bem, acredito na bicicleta como algo que promove uma vida saudável e principalmente que aproxima pessoas, forma novos amigos, ou seja, algo que faz bem para o corpo e para a alma.

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados