REVISTA BICICLETA - Para iniciar no Mountain Biking
THE POWER OF THE PRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Bicicleta Sense a partir de R$ 2.765,00!
Revista Bicicleta - Edição 67

Assine

Revista Física
Revista Virtual



+bicicleta - Modalidades

Para iniciar no Mountain Biking

Veja algumas dicas para você ter o primeiro contato com as trilhas

Revista Bicicleta por Pedro Cury
44.811 visualizações
04/07/2013
Para iniciar no Mountain Biking
Foto: Shutterstock

Quem acompanha o mountain biking está acostumado a ver bicicletas lindas e caras, e não tem ideia de como começar a praticar sem gastar uma fortuna em acessórios. Veja as dicas abaixo:

1 - Proteção

O capacete é essencial! No terreno off - road é mais difícil controlar a bicicleta, e as quedas são comuns. Não deixe de usar proteção. Além do capacete, luvas são importantes, não só em caso de quedas, mas também para evitar que a mão escorregue com o suor. Joelheira e cotoveleira podem fazê-lo sentir-se mais seguro. Não se importe com a opinião de quem acha que você está exagerando. Calçados especiais não são prioridade, no começo você pode usar tênis, mas coloque os cadarços por dentro para evitar que se enrosquem nos pedais ou pedivelas.

 

2 - Quadro

Hoje em dia ter um quadro de alumínio não é mais um luxo. Existem quadros com preços muito acessíveis e que vão tirar muito peso da bicicleta se o seu quadro ainda for de aço. Além do peso, existem diferentes geometrias de quadros, que são indicadas para o tipo de modalidade e até grau de habilidade do ciclista. É uma mudança que pode melhorar muito o comportamento da bicicleta. Mas fique atento, pois algumas peças da sua bike atual podem não ser compatíveis com o novo quadro. E também pesquise que tipo de quadro vai ser mais adequado ao seu tipo físico e estilo de rolé.

 

3 - Freios

Não é preciso ter um freio a disco hidráulico para começar nas trilhas. Antigamente, os freios cantiveler e, posteriormente, v-brakes eram usados sem maiores problemas. O importante é que seus freios funcionem e sejam confiáveis, pois no terreno off - road a frenagem é mais difícil, e você precisará frear bruscamente em alguns momentos. Verifique se seus freios funcionam bem, e principalmente se as pastilhas estão boas. 

 

4 - Marchas

Mountain biking é praticado em montanhas, portanto não faltarão subidas e descidas. Não é preciso ter o último conjunto de 30 marchas do mercado para começar. A dica é dominar e usar corretamente a quantidade de marchas que sua bike já possui, mantendo-as bem reguladas.

 

 

5 - Suspensão Dianteira

É um componente caro, não há como fugir. Porém, como no caso das outras peças, não é preciso ter a melhor do mercado. Se sua bicicleta já tem uma suspensão, pesquise se realmente é a peça mais importante para ser trocada, num primeiro momento. Caso não tenha, é melhor comprar uma suspensão confiável, ao invés de optar pelo mais barato. Você até pode tentar se aventurar sem suspensão, mas se o terreno for muito técnico, a trepidação vai ser muito desconfortável, e você terá pouco controle sobre a bicicleta.

 

6 - Manutenção

Verifique sempre o estado de manutenção de sua bike. Além dos freios, pneus e marchas, verifique se não há algum parafuso de fixação frouxo ou rachadura em algum componente. Lembre-se, você poderá estar longe de casa, longe de qualquer oficina, ou em lugares onde não há sinal de celular, então leve sempre ferramentas básicas na hora de pedalar, e saiba como resolver os problemas simples.

 

7 - Pneus

No terreno off-road é essencial o uso de pneus com cravos (ou popularmente pneus biscoito). Existem dezenas de marcas e modelos, para as mais variadas aplicações. Para começar, qualquer pneu para  mountain biking vai te oferecer controle para pedalar nesses terrenos. Verifique se os pneus não estão carecas ou ressecados.

 

8 - Aprenda as técnicas

Existem inúmeras dicas para se pilotar a bike em terrenos difíceis. Pesquise o máximo que você puder e converse com ciclistas mais experientes. Aprenda no seu ritmo, mas nunca deixe de aprender. Isso te deixará mais confiante e seguro, tornando a experiência muito mais divertida.

 

 

9 - Aprenda sobre o equipamento

Aquela bicicleta mais cara  tem motivos para custar o que custa, mas pode não ser a ideal para você. Pesquise qual é o benefício de cada componente mais caro. Com o tempo, você pode ir melhorando sua bike, trocando peça por peça, começando pelas que trarão mais benefícios ao seu estilo e nível de pilotagem, sem gastar muito dinheiro de uma só vez. Não economize, mas gaste consciente. A falta de diversão, muitas vezes, é culpa de componentes inadequados.

 

10 - Companhia

Sempre é bom pedalar na companhia de alguém, tanto pela questão social, como pela segurança. Mesmo sendo precavido, imprevistos podem acontecer. Você pode cair por culpa de um componente que quebrou ou pode simplesmente passar mal. Sempre que puder, pedale acompanhado, ou pelo menos em lugares mais movimentados.

 

 

11 - Diversão

O objetivo principal do mountain biking é se divertir. Se você não está contente, descubra o motivo! Se cobre menos, vá mais devagar, gaste um pouco mais com aquele componente que você tanto quer, mas não desista!

 

 

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados