REVISTA BICICLETA - Como reparar câmara de pneu furada
Baixe Gratuitamente a Edição Digital de Maio - Junho 2017 da Revista Bicicleta!
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 79

Leia

Revista
Bicicleta



+bicicleta - Oficina - Manutenção

Como reparar câmara de pneu furada

Benjamin Franklin disse que há duas coisas inevitáveis na vida: a morte e os impostos. Se você é um ciclista, há uma coisa a mais para colocar na lista: furos.

16.100 visualizações
08/11/2015
Como reparar câmara de pneu furada
Foto: roadcyclinguk.com

Não importa quão boas sejam as estradas locais, quão duros sejam seus pneus, quão poucas são suas pedaladas em estrada de chão, eventualmente você vai furar um pneu. E quando você fura, você precisa saber como reparar o furo na câmara. Você pode até simplesmente trocar a câmara danificada por uma nova, mas a não ser que você tenha um estoque infinito de câmaras de ar na sua mochila, vai precisar reparar a câmara, mesmo que seja depois que você volta para casa, para usá-la mais tarde. Isso significa manter um kit de reparo na mochila ou bolsa de selim caso você precisa na estrada.

Removendo a câmara

A primeira parte é remover a câmara furada do pneu. A maneira mais fácil de fazer isso é usando espátulas próprias para isso, mas as vezes é possível tirar o pneu com as mãos.

Alavancar o primeiro pedaço de pneu para fora do aro é a parte mais difícil. Deixe todo o ar sair da câmara e empurre a espátula por entre o pneu e o aro (fazer isso com um movimento curvo, como se você fosse escavar no pneu, pode ajudar). Empurre com força, o objetivo é pegar a borda do pneu com a curva da espátula. Assim que empurrar, use o aro de alavanca para puxar o pneu para cima, para fora de dentro do aro.  A maioria das espátulas possuem ganchos na outra ponta que permitem encaixá-las nos raios.

O próximo passo é fazer o mesmo procedimento, mas com outra espátula e alguns centímetros ao lado da primeira espátula. Você pode começar exatamente do lado da primeira alavanca e depois empurrá-la para o lado. Isso facilita a inserção da segunda espátula. Continue inserindo espátulas até que você possa tirar o pneu com as mãos (não raro na 3ª já resolve).

Uma vez que você removeu o pneu do aro (não precisa remover completamente, apenas deixe um dos lados totalmente aberto), você pode remover a câmara. Lembre-se de que a válvula fica presa por uma rosca. Assim que remover a rosca e tirar a câmara, coloque a rosca de volta na válvula da câmara, pois ela é pequena e muito fácil de perder.

Agora é hora de achar o furo. Existem muitas maneiras de fazer isso. Uma delas, se o furo for grande o suficiente, é olhando. Encher novamente a câmara de ar e escutar o vazamento do ar para localizá-lo também funciona. Ainda outro modo é encher a câmara e coloca-la na água e observar o lugar de onde saírem bolhas.

Uma coisa muito fácil de esquecer é de checar o pneu contra danos. Se o furo foi causado por alguma coisa que atravessou o pneu, a última coisa que você vai querer vai ser consertar a câmara para furá-la de novo depois por que o pedaço de vidro ou outro agressor ainda está preso no pneu.

Então cheque o pneu cuidadosamente – você usar a posição do furo na câmara para conseguir um local aproximado do furo no pneu, e então verifique se não detritos ou fragmentos. Em caso de furos feios, onde há um furo no pneu, você talvez precise colocar algum tipo de remendo ou recapagem para poder ir até sua casa.

Reparando a câmara

No seu kit de reparo de câmara, deverá haver um pedaço pequeno de lixa. Use ela para lixar suavemente a área da câmara em volta do furo, para que o remendo possa colar melhor.

Então, aplique cola na câmara. Aplique o suficiente para cobrir a área do remendo, uma camada fina. Depois de aplicada – esta parte é muito importante – espere entre 30 segundos e 1 minuto. Nesse tempo a cola adquire a consistência certa.

Enquanto espera, prepare o remendo, mas cuide para não tocar no lado que você vai aplicar na câmara, ou você pode sujá-lo ou colocar oleosidade nele.

Depois, aplique cuidadosamente o remendo na câmara. Não chega a ser uma cirurgia, mas faça com cuidado e precisão, por que se ele não cobrir área suficiente você vai ter que começar tudo de novo. Pressione sobre o remendo por pelo menos 1 minuto. Alguns remendos exigem que seja aplicado peso sobre eles por mais tempo. Confira as instruções do seu kit de remendos.

Os remendos rápidos são bem mais convenientes do que cola e remendo convencionais, já que eles geram menos volume, já possuem cola e secam mais rápido. Basta aplica-lo, e deixar descansar por alguns minutos (isso depende do remendo, alguns são mais rápidos). Em alguns remendos é necessário colocar peso sobre ele para colar. Veja as instruções do seu remendo.

Após isso, coloque ar na câmara com certa pressão e verifique se não vazamentos no reparo. Faça isso ouvindo atentamente, ou derramando água ou saliva sobre o remendo, principalmente nas bordas.

Então esvazie a câmara de novo para inseri-la no aro, começando pela válvula de ar. Fixe-a com a rosca e encaixe-a no aro. Coloque o pneu de volta. Essa parte pode ser meio chata, pois você terá que esticar ele para encaixar. As espátulas podem ser úteis para isso.

Esse é um processo muito simples, mas que pode economizar um bom dinheiro depois que você pega o jeito. Câmaras remendadas podem durar muitos e muitos quilômetros. 

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados