REVISTA BICICLETA - Brincando de ser sustentável, sem perder a elegância
THE POWER OF THE PRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Bicicleta Sense a partir de R$ 2.765,00!
Revista Bicicleta - Edição 68

Assine

Revista Física
Revista Virtual



+bicicleta - Ideias - Infantil

Brincando de ser sustentável, sem perder a elegância

Revista Bicicleta por Anderson Ricardo Schörner
35.002 visualizações
08/01/2013
Brincando de ser sustentável, sem perder a elegância
Foto: Shutterstock

Os pequeninos e pequeninas não são mais os mesmos. Parece que cada vez aprendem mais e mais cedo... Dá a impressão que, quando menos esperamos, vão atender o celular e dizer alô antes de falar papai ou mamãe.

Essas crianças já possuem opiniões próprias: são fãs de grupos musicais, gostam de ir ao salão de beleza, às compras - os pais que o digam, e estão cada vez mais elegantes! As mamães amam ver suas filhas bem vestidas, mas as crianças também estão incorporando a moda "já sou gente grande". Querem imitar os adultos, estão ficando exigentes...

Outra "moda" que as crianças devem aprender cada vez mais cedo é a "sustentabilidade". De certa forma, já estamos ensinando para essa geração de baixinhos que o planeta depende de suas ações. Que é preciso plantar árvores, utilizar placas de energia solar, aproveitar a água das chuvas, separar o lixo, reciclar e, é claro, andar de bicicleta.

Uma dica aos pais: para a criança, bicicleta pode ser só um brinquedo, mas já devia ser mais. A criança brinca de bicicleta imaginando que está pilotando uma moto; devia brincar de bicicleta, imaginando-se adulto, pedalando para o seu trabalho. Incentive seu filho a ver a bicicleta, desde já, como um veículo, um meio de transporte para viajar, para realizar as tarefas de gente grande.

Foi pensando assim que a empresa Smart Gear Toys criou a Eco House. Essa casinha ensina vários princípios ecológicos e sustentáveis para as crianças. Ao invés de carrinhos e motos, uma bicicleta é o meio de transporte dos bonequinhos.

Até moinho de vento a casinha tem. As tintas usadas são à base d'água, sem nenhum material tóxico, segundo a empresa.

Cycle Chic Kids - Elegância ao Pedalar

Até o final do século XVIII praticamente não existia roupa para crianças. Meninos e meninas usavam túnicas e, por volta dos cinco anos, começavam a usar roupas idênticas às dos adultos. Pessoinhas com menos de um metro de altura usavam corpetes e tudo mais.

Conforme a sociedade foi entendendo que a criança precisava de roupas, espaço e atividades que não "podassem" o seu desenvolvimento corporal e mental, surgiram roupas próprias para as crianças. Hoje vemos muitas roupas infantis que imitam roupas adultas, mas são feitas com tecnologia e conhecimento que não prejudicam a criança. Uma sugestão: não transforme sua criança em uma adolescente, com roupas e maquiagem que não condizem com a sua idade.

Veja algumas dicas para vestir seu bambino(a) com elegância.

- As crianças querem se divertir. Escolha roupas que permitam total liberdade de movimento, desde que não sejam uma ameaça à segurança da criança. Escolha tecidos leves e acessórios que facilitem a independência da criança no momento de tirar ou colocar a roupa: velcro e zíper permitem que eles façam tudo sozinhos.

- Saltos e bico fino para criança pedalar: nem pensar! Podem ser bonitos, mas prejudicam a formação óssea, inibem movimentos e podem até deformar os pés, que estão em fase de transição.

- Criança cresce rápido, e por isso perde muita roupa. Você até pode comprar um número maior para que seja usado por mais tempo, mas neste caso prefira grifes que já pensam nisso, e fornecem peças com ajustadores, com dupla face, e até peças que se transformam em duas. A dica é comprar pouca roupa, mas no tamanho ideal.

- Na bicicleta, a criança está brincando em contato com o mundo, descobrindo, aprendendo... Algumas quedas e um pouco de sujeira é mais do que normal. Não adianta colocar uma roupa branquinha e cara e esperar que ela permaneça limpinha o dia inteiro.

- Chega uma idade em que as meninas querem usar os batons da mamãe, e os meninos querem parecer com os super-heróis. A influência dos amigos, amigas e dos comerciais faz surgir o gosto pessoal. O problema é que geralmente capas de super-heróis são muito caras para a qualidade que têm... Tente negociar com o seu pimpolho. Ofereça alguns acessórios ao invés do vestuário completo.

- Ensine o valor do dinheiro. Quando a criança começa a querer tudo o que os amigos têm e tudo o que aparece na televisão, mostre que dependendo da escolha, pode-se comprar uma roupa ou um acessório bonito e durável, e ainda sobrar dinheiro para aquela cestinha nova para a bike.

- E o mais importante: incentive sempre o uso de acessórios de proteção e o respeito pelas pessoas. Faça isso de uma forma que a criança não fique com medo de andar de bicicleta, mas entenda que o capacete, a prudência e o respeito são importantes para a própria segurança, a segurança das outras pessoas, e além disso, são os poderes que vão torná-los super-heróis do trânsito quando crescerem.

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados