REVISTA BICICLETA - Câmara de Ar
THE POWER OF THE PRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Bicicleta Sense a partir de R$ 2.765,00!
Revista Bicicleta - Edição 68

Assine

Revista Física
Revista Virtual



+bicicleta - Oficina - Manutenção

Câmara de Ar

Revista Bicicleta por Equipe Bike Company
47.805 visualizações
19/12/2014
Câmara de Ar
Foto: Thinkstockphotos

Seu kit básico deve ter:

• Bomba.
• Kit de remendos com cola e lixa.
• Par de espátulas.
• Câmara extra (caso tudo mais dê errado). 

Acâmara de ar é um dos elementos da bike mais sujeitos a problemas, pois são relativamente delicadas, e qualquer objeto pontiagudo pode furá-las ou cortá-las.

O conserto das câmaras não tem segredo algum e é bem simples de ser realizado, apesar de muitas pessoas terem receio de fazer. Os furos geralmente são causados por objetos que ficam presos no pneu, como pregos, arames e cacos de vidro; ou então por uma batida da roda de forma que o aro “morda” a câmara – o famoso “snake bite” ou mordida de cobra - que são dois furos na mesma direção causados por este esmagamento do aro sobre a câmara. Partimos do princípio de que você conheça e possua os elementos necessários para o reparo, e que a câmara não esteja danificada a ponto de você não conseguir remendar, ou seja, furos maiores que 3 ou 4 mm.

O primeiro passo é retirar a câmara de dentro do pneu; para isso, saque a roda da bike e, com o pneu já murcho, desencaixe ele do aro usando o par de espátulas, caso o desencaixe esteja muito difícil apenas com as mãos. Basta fazer com que uma parte do pneu saia do aro para desencaixá-lo completamente. Neste momento, preste atenção no posicionamento do pneu, e confira se o que causou o furo ainda está nele. Verifique se não tem algo preso em seu interior (pregos, arames, vidro, ou outro material que possa ter provocado o furo). Se estiver tudo certo, passe a ponta dos dedos, com bastante cuidado, por dentro do pneu, para uma última análise. Confira, também, o lado de fora e se encontrar algo que possa ser o agente causador do furo, retire-o.

Agora você pode partir para o conserto da câmara. Se você conseguiu visualizar o que causou o furo, e prestou atenção na posição do pneu, vai ter uma ideia de onde ele está na câmara. Caso não tenha localizado o furo, ou ele não estiver visível, pegue a bomba e encha a câmara até ela tomar forma; com calma, passe a câmara próximo à parte de baixo do nariz que, por ser uma região sensível, permite detectar facilmente o vazamento. Se você estiver em um local silencioso, poderá até ouvir o vazamento. Depois de localizar o vazamento, pegue uma lixa e raspe o furo para limpar o local e facilitar a aderência da cola. Pegue o tubo de cola e passe uma fina camada sobre a região do furo, formando um círculo maior.

Depois aguarde um pouco antes de aplicar o remendo: o ponto correto de aplicá-lo é quando a cola não gruda mais nos dedos, quando você a toca de leve. Nesse meio tempo, a câmara já deve ter esvaziado. Caso não, retire um pouco do ar para que a borracha não fique esticada.

Em seu kit de remendos, procure ter vários remendos de diferente tamanhos. Selecione o que tiver o tamanho mais adequado, retire o plástico que recobre a superfície aderente e aplique-o centralizado no furo. Pressione o remendo para provocar uma maior aderência. Para assegurar que o serviço foi feito corretamente, encha um pouco a câmara e verifique se o remendo não apresenta vazamentos nas bordas. Pronto: você já pode partir para a remontagem do pneu e roda na bike. Quando estiver montando a câmara dentro do pneu, deixe um pouco de ar nela – isso auxilia no processo. Feche o pneu no aro, e finalmente encha definitivamente o pneu e monte a roda de volta na bike. No caso de um “snake bite” você terá dois furos bem próximos. Se você tiver um remendo mais comprido, prefira cobrir os dois furos com a mesma peça. Caso precise usar dois remendos, faça de forma que não fiquem sobrepostos.

Sua câmara já tem remendos a ponto de parecer uma joaninha? Então se liga: já passou da hora de trocar por uma nova!

Três ou quatro remendos indicam que a vida útil da câmara terminou. 

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados